Arquivo

Textos com Etiquetas ‘eu interior’

Sobre os encontros comigo mesmo

Tenho um sério problema moral. De vez em quando tenho uma vontade louca de ficar em casa no sábado à tarde. Sei que moro em São Paulo, uma das cidades no mundo que mais nos dá opção do que fazer a qualquer hora – principalmente num sábado à tarde -, mas não consigo resistir a esse desejo doido de deixar tudo isso de lado para ler um bom livro, folhear uma revista mais ou menos ou ver um filme ruim na TV.

Por um lado queria ter a vontade de aproveitar o bando de coisa que dá para se fazer num fim de semana. Cinema, exposições, música boa e de graça, restaurantes bacaninhas… Opção não falta e, em condições normais de temperatura e pressão, ia correr para aproveitar tudo isso.

Porém tem horas – e eu sei que você sabe bem sobre o que eu estou falando - que nada disso satisfaz. O que você precisa, na verdade, é um pouco de si mesmo. É fazer esse raro encontro que postergamos no dia a dia, de tão incômodo que ele é. E a hora marcada desse encontro costuma chegar no sábado, aquele momento único em que você está desprevenido e não acha uma desculpa boa o suficiente para remarcar a reunião para depois.

Não que eu esteja reclamando de ter esses encontros comigo mesmo. Acho meu eu interior um puta cara chato, mas apesar disso acredito que nossas reuniões são proveitosas e gostaria de poder fazer isso mais vezes. Mas vou tentar combinar com o meu subconsciente – ou seja lá o que ele for – para, da próxima vez, ele me visitar em algum horário um pouquinho mais inútil – no domingo na hora do Fantástico, por exemplo. Quando isso acontecer, juro que não vou reclamar – ou até vou, mas sem razão.