Página Inicial > Vários > São Paulo, a minha cidade maravilhosa

São Paulo, a minha cidade maravilhosa

Sou um apaixonado por São Paulo, apesar de ser constantemente atacado por crises de consciência sobre os benefícios de se morar em um cidade louca como essa. Morar aqui é viver essa dualidade. São Paulo tem mais defeitos do que carros nas ruas e qualidades maiores que a distância social que separa o Paraisópolis de seu vizinho Morumbi. O truque para encarar esse quadro com o mínimo de drama possível é escolher a que dar atenção. Normalmente prefiro notar mais as qualidades. As lanchonetes magníficas, os teatros, os cinemas com filmes que só agradam uma meia dúzia de pessoas – eu entre elas -, os programas grátis que misturam todo o tipo de gente, as rodas de samba…

O problema é que tem vezes em que os defeitos falam muito mais alto. Ai somos obrigados a refletir se queremos mesmo ficar presos em congestionamentos intermináveis, ilhados por conta de enchentes que poderiam muito bem ser prevenidas ou corrermos o risco de morrer queimados por um assaltante louco qualquer.

Amo São Paulo, mas tenho dificuldade de lidar com essas questões. Por enquanto elas não são fortes o suficiente para me fazer querer morar longe daqui, mas cada vez mais elas têm tido o poder de me fazer refletir sobre a opção de envelhecer em meio a toda essa loucura. Não vou chegar a uma conclusão tão cedo – e, enquanto isso, vou tirando proveito do que São Paulo tem de melhor.

Se você, assim como eu, também vive o dilema de ser paulistano, recomendo uma olhada no blog Quando a cidade era mais gentil. Dá gosto de ver como essa cidade cresceu e, apesar de toda a sua feiura, continua linda.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.