Página Inicial > Vários > Quando a Chapeuzinho Vermelho é mais perigosa do que uma arma…

Quando a Chapeuzinho Vermelho é mais perigosa do que uma arma…

Está cada vez mais difícil para mim conseguir entender o que as pessoas querem fazer com esse mundão em que vivemos. É muito claro que vivemos em uma época em que os valores são invertidos, em que valem mais alguns dogmas e preconceitos do que todo o resto e em que tentam nos impor regras escandalosamente absurdas. Estamos voltando à Idade Média e a viagem para lá vai ser muito mais rápida do que a que fizemos até aqui. Exemplo disso são as campanhas organizadas por um grupo de mães das vítimas do massacre de Newton, nos Estados Unidos. Na luta pelo desarmamento, elas mostram coisas inocentes que estão proibidas no país, enquanto o comércio de armas segue liberado e impune.

Cada cartaz tem as frases “Uma criança carrega algo que foi proibido nos Estados Unidos para protegê-la. Adivinhe qual.” no topo. No rodapé, uma pequena explicação de porque o livro da Chapeuzinho Vermelho, o chocolate Kinder Ovo e o jogo dodgeball (uma espécie de queimada) foram proibidos em algumas partes do país.

(Vi a dica no blog Artimanhas, da revista Samuel)

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.